Você está aqui : Home > Notícias > Chandon: práticas de viticultura...
01/04/2022

Chandon: práticas de viticultura sustentável e desafios da colheita de 2022

A vinícola traz um novo olhar para o futuro da Viticultura Sustentável na elaboração dos espumantes brasileiros

Compartilhe:




Chandon: práticas de viticultura sustentável e desafios da colheita de 2022
Chandon: práticas de viticultura sustentável e desafios da colheita de 2022

São Paulo, abril de 2022 – Desde 1973, a CHANDON se dedica exclusivamente a elaborar espumantes excepcionais, nas Serras Gaúchas, de forma corajosa, colaborativa, inspiradora e em busca de um futuro mais sustentável e responsável.

Desde o ano 2000, a CHANDON tem seu vinhedo próprio, em Encruzilhada do Sul, e este é considerado um modelo em viticultura sustentável, é a sua vitrine. Prezando pelo cuidado e proteção, a vinícola busca constantemente a inovação, o pioneirismo e a preservação de suas terras, sendo a primeira vinícola brasileira a receber a certificação PIUP (Produção Integrada de Uva para Processamento), de viticultura sustentável, para elaboração de espumantes.

A CHANDON conquistou essa certificação colocando em prática técnicas de sustentabilidade neste terroir único, as quais consistem em estimular as defesas naturais da videira, reduzindo o uso de produtos químicos, racionalizando o manejo do vinhedo e melhorando as condições para cobertura vegetal e o aumento da biodiversidade. Favorece, assim, a vida e a saúde do solo, aumentando sua fertilidade promovendo melhor drenagem e retenção da água. Estes fatores elevam o teor de matéria orgânica do solo, que, desta forma, sequestra o gás carbônico, um dos principais gases responsáveis pelo efeito estufa.

Além disso, a CHANDON implementa um sistema de logística reversa que permite que os resíduos sejam revertidos à indústria e reutilizados. Coletando o lixo, a empresa o separa de acordo com cada categoria e o envia diretamente a fornecedores locais que o reciclam. Hoje em dia, mais de 99,34% dos resíduos gerados durante o processo produtivo na vinícola são reciclados e esforços constantes são destinados à melhoria contínua desses números.

Na safra de 2022, a vinícola enfrentou desafios e situações inesperadas, e usou do pioneirismo e expertise para garantir a qualidade de seus espumantes.

Este ano teve que lidar com as altas temperaturas que poderiam afetar as qualidades organolépticas das uvas e, consequentemente, dos espumantes elaborados a partir delas. Para superar esta dificuldade, a equipe de enologia acompanhou com precisão a curva de maturação das uvas, tomando a decisão de antecipar e acelerar a colheita das uvas mantendo o ponto de maturação desejado, preservando a acidez e um teor de açúcares moderado, mantendo desta forma o frescor, a leveza e a delicadeza aromática que caracterizam os espumantes da CHANDON.

A pandemia foi um fator extra que afetou a adaptação de safristas, os quais precisaram se adequar às medidas de biossegurança para a COVID-19, com o objetivo de manter a segurança durante esse momento importante de celebração do trabalho anual do vinhedo: a colheita.

Nesta safra, a comunidade teve um papel ainda mais fundamental, já que a CHANDON conta com uma grande equipe de safristas durante a colheita e destaca a importância dessa interação.

´´O conhecimento é o resultado de uma conversa permanente entre o vinhedo e a vinícola da CHANDON; nossa história com a comunidade da CHANDON é uma relação de longo prazo e uma troca fundamental.´´ diz Philippe Mével, enólogo chefe da CHANDON Brasil.

A colheita desta safra teve 61,8% de mulheres na vindima, provando que os diferentes olhares podem trazer resultados excepcionais. Lembramos que a vinícola tem orgulho de suas raízes brasileiras, das matérias primas que maneja, e isso só prova que a terra proporciona conexões e experiências inesquecíveis por meio das pessoas, das trocas e da cultura local.

´´A importância de ser uma mulher num mercado predominantemente masculino é trazer um olhar de que é possível estar nesse mercado de viticultura, influenciar outras mulheres e mostrar que tem muito espaço no mundo do vinho a ser conquistado por nós.´´ Diz Franciele Santos, enóloga da CHANDON Brasil.

A CHANDON acredita que o espumante é mais do que um produto agrícola, é a reunião de uma comunidade de talentos em busca de um resultado excepcional e sustentável; por isso, a saúde e a manutenção da terra, do meio ambiente e das pessoas são de extrema importância no processo de elaboração até a entrega dos seus espumantes excepcionais na casa de seus consumidores.

Redes Sociais
Facebook: /ChandonBrasil
Instagram: @Chandon_Brasil
Site:
SAC Chandon: 11 3062-8388

FONTE: Mkt Mix Assessoria de Comunicação








Comente esta notícia