Você está aqui : Home > Notícias > ABIP lança pão saudável durante...
24/09/2018

ABIP lança pão saudável durante Congresso da Panificação em Floripa

Em receita inédita, Pão Nosso leva ingredientes mais saudáveis que diminuem o índice glicêmico do pão. Ele chega a manter por 30 horas suas propriedades como sabor e crocância e tem preço acessível

Compartilhe:




ABIP lança pão saudável durante Congresso da Panificação em Floripa
ABIP lança pão saudável durante Congresso da Panificação em Floripa

Pão Nosso - Crédito Edson Teixeira


Para atender à demanda de um consumidor cada vez mais preocupado com a saudabilidade dos produtos que consome, a Associação Brasileira da Indústria da Panificação e Confeitaria inovou mais uma vez. A ABIP vai lançar, durante o 31º Congrepan, em Floripa, um pão com uma receita inédita. Carinhosamente batizado de “Pão Nosso”, a delicia será apresentada aos mais de mil congressistas empresários do setor de panificação de todo o país.

“O Pão Nosso não veio para substituir o pão francês, mas sim para ser mais uma opção saborosa, saudável, aplicável a vários produtos e de valor acessível. Essa é uma receita nunca feita antes. Possui adição de fermento natural, conhecido como massa madre, que reduz o índice glicêmico do pão. Ele ainda leva sementes, fibras e é de digestão mais longa. Por isso possui alto valor de saudabilidade”, explica José Batista de Oliveira, presidente da ABIP e anfitrião do 31º Congrepan.

Segundo Oliveira, a receita foi desenvolvida em um trabalho conjunto entre ABIP e o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial de Minas Gerais (Senai MG) no bairro da Lagoinha, em Belo Horizonte. “É um produto que não tem “vida útil” ou como chamamos, “tempo de vasca” pequeno, como é o pão francês”, completa.

O Pão Nosso tem elevado índice de regeneração, ou seja, após 24 e até 30 horas de assado mantém sua resiliência e sabor. Se, em casa, o consumidor colocar no forno por alguns minutos, recupera a crocância e acentua o sabor torrado dos grãos usados na receita.

FONTE: Link Comunicação








Comente esta notícia