Você está aqui : Home > Notícias > Os segredos da cerveja Belga Trippel
17/11/2017

Os segredos da cerveja Belga Trippel

Quem analisa a cerveja Belga Trippel com sua cor dourada profunda nem imagina que não é apenas sua pigmentação que é iluminada, mas a sensação de bebê-la também

Compartilhe:




Os segredos da cerveja Belga Trippel
Os segredos da cerveja Belga Trippel

Elaborada na Bélgica, é considerada uma das cervejas de sabor mais incomparável que existe, e faz parte da trilogia belga, composta também pela Enkel, Dubbel e recentemente, a Quadrupel.

Em 1934, a cervejaria trapista de Westmalle produziu a “super cerveja”, semelhante a que monges produziam desde 1931. Após modificações, a cerveja Trippel nasceu em 1956.

Mesmo assim, a Trippel moderna é a mais nova da trilogia e está entre as cervejas belgas mais fabricadas no mundo. Além disso, o sabor incomparável e diferenciado de cada uma das cervejas dessa trilogia faz com que haja um mistério em sua composição e na maneira de produção, nas quais os monges eram especialistas.

A classificação também é um mistério. Porém, uma das teorias é de que os monges as classificaram quanto a seu teor alcoólico. A Enkel, a mais básica; Dubbel, média; e a Trippel, forte. Já, o termo Quadruppel foi criado recentemente para designar cervejas de alto teor alcoólico.

Entretanto, uma outra alternativa “paira no ar” e nada tem a ver com o volume alcoólico, mas sim com a sequência que as cervejas foram criadas. A cerveja Dubbel sendo o segundo estilo a ser feito no mosteiro, a Trippel como terceira e a Quadruppel como a quarta cerveja.

Outra especulação é em relação a quantidade de malte utilizado na composição dessas cervejas. O que não se pode discutir é que a Trippel veio de um país considerado o paraíso cervejeiro e seria difícil seu sabor não ser especial e apreciado.

A Valbier BrewShop e Escola proporciona a experiência de elaboração da Trippel e de outras cervejas. A Valbier oferece em seu site kits para fabricação do estilo belga Trippel para 10, 20, 30 e 50 litros.

FONTE: Agência Caro








Comente esta notícia